04. Impulsionar a mobilidade de investigadores na Ibero-América, através do fortalecimento dos programas existentes; entre eles o Programa Pablo Neruda de Mobilidade Acadêmica de Pós-Graduação e o desenho de novos esquemas, como o Portal Ibero-Americano de Mobilidade de Investigadores que representa um instrumento relevante para fortalecê-la a partir de uma abordagem própria que responda à realidade da região.

  • XXIV Cúpula de Veracruz (México)
  • | Declaração
  • | Educação
  • | Espaço Ibero-americano do Conhecimento (EIC)

ESSE MANDATO É EXECUTADO PELA OEI.

Mais informações em: http://espaciodelconocimiento.org/neruda/presentacion.php e https://caeu.oei.es/pt/paginas/mobilidade.

A OEI tem trabalhado para fortalecer as conquistas alcançadas na consolidação da Aliança para a Mobilidade, no Sistema e na Plataforma para a Mobilidade Acadêmica, bem como para desenvolver as bases de um sistema e de propostas estratégicas para bolsas de mobilidade acadêmica de ensino superior. Nesse sentido, foi construído em conjunto com a SEGIB o Campus Ibero-América, que constitui um quadro ibero-americano de mobilidade, ao qual se juntaram mais de cinquenta organizações de 19 países ibero-americanos, representando mais de 800 universidades e instituições da região. Essa plataforma, administrada pela SEGIB, integra hoje mais de 160 programas e oferece mais de 12.000 mobilidades.