C.C.4.1 Promover, em conjunto com as autoridades responsáveis das políticas para as Micro, Pequenas e Médias Empresas (Micro e PME) do espaço iberoamericano, a inovação e transformação da capacidade produtiva e tecnológica das micro, pequenas e médias empresas e o desenvolvimento empreendedor, bem como a sua internacionalização e inserção em cadeias globais e regionais de valor. Para isso, pede-se à SEGIB que trabalhe no desenvolvimento de iniciativas que fortaleçam o intercâmbio de boas práticas em políticas de apoio, interação entre profissionais responsáveis por estas áreas, assistência técnica e formação de equipes de trabalho.

 

  • XXVI Cúpula de La Antigua (Guatemala)
  • | Programa de Ação
  • | Administração pública, Ciência, tecnologia e inovação
  • | Sem espaço alocado

A SEGIB tem implementado um conjunto de iniciativas para apoiar pequenas e médias empresas (PMEs) e empreendedores, com o objetivo de fortalecer as capacidades institucionais dos países para promover e coordenar políticas de apoio, promovendo o intercâmbio de boas práticas de gestão e cooperação entre governos, câmaras empresariais e organizações de empreendedores dos países da região. Entre outras atividades, buscamos desenvolver seminários, conferências, simpósios, rodadas de negócios e outras atividades relacionadas às áreas de interesse da produção que ajudem a construir um diálogo público-privado entre entidades governamentais e organizações empresariais, considerando a cooperação como um pilar fundamental do desenho de políticas.

Uma de nossas principais linhas de ação relaciona-se com a promoção da transformação digital das micro, pequenas e mçédias empresas (MPMEs) ibero-americanas, buscando melhorar o desenvolvimento de produtos, processos e novos modelos de negócios, com base no posicionamento em plataformas e cadeias globais de valor.

Nesse contexto, buscamos acompanhar o desenvolvimento e a modernização das MPMEs com base em sua promoção e participação em cadeias globais de valor, plataformas digitais de comercialização e outras estratégias que garantam maior dinamismo, escala e presença global.

Também queremos ajudar a fortalecer os ecossistemas empreendedores nacionais e conectá-los em nível regional, para ampliar o horizonte de oportunidades de negócios e alianças e posicionar a Ibero-América como um centro global de empreendedorismo dinâmico, incentivando a interação com grandes empresas em novos formatos de inovação aberta.